terça-feira, 24 de agosto de 2010

Arrependimento

Eu morri no outro dia
Só para de novo morrer
E de novo morreria
Se me servisse para viver

Eu vivi tudo o que tinha
Sem vontade de ter vida
Quando a morte já era minha
E a vida não vivida.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!