quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Começando

A palavra que começa
Às vezes nem se alcança
Ficando apenas a esperança
De que a ideia sozinha avança

Não te proclamo que venhas
Nem te proclamo que vás
Apenas quero que te mantenhas
Por gosto, se te apraz

Cada palavra se escorre
Do sentimento que pode conter
Como uma ponte leva a um lado
A solução também se percorre
E o segredo continua guardado.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!