sábado, 21 de agosto de 2010

Sentidos

Este olho não vê
Esta mão não sente
Este nariz não respira
Esta boca não beija.

Esta alma crê
Esta alma é carente
Esta alma, é viva
Esta alma almeija.

Esta boca beija
Esta alma sente
Esta mão toca
Esta alma entrega-se.

(Se estive selado por muralhas
Não acho que as soube erguer
Os portões escancarados
Escadas e entradas
Podias atacar no teu querer
Podes entrar fazer-me morrer.)

Se te identificas
Não é à minha imagem
Estas palavras são minhas
Não são a tua margem.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!