terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Renascimento

Este espaço já foi vida!

Ao que se vê, perdeu-a. Num espaço de tempo, nem curto nem largo. Um espaço necessário à recuperação do ser.

Não interessa a inspiração que nasceu entretanto e se perdeu ao acaso. Interessa que o espaço foi ultrapassado, o tempo andou, o desejo acalmou-se. Parte de mim pede mais um momento, mas eu bem sei quem eu sou, bem sei que Eu não sou Eu (quem já fui) e que Eu (amanhã) nem o mesmo serei.

Por isso, bela experiência essa que tive.

Uma linda história de amor, um conto que não foi julgado no seu decorrer. Uma história que fecha o livro das suas aventuras e desventuras, dos seus sorrisos e das suas lágrimas.

Assim se renasce, diferente, a cada dia que passa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!