sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Dissabores

Não chovia, mas o chão estava molhado
Passeámos abraçados para nenhum lado
Rimos das velhas de chapéu aberto
Foi assim enquanto estiveste perto.

Hoje nada procuro, falta-me condição.
A tua forma é a que me falta à visão
Mas por muito que esteja incomodado
Não tenho coragem para mudar o mudado.

Deixa que te diga, que sim te amei
Por amiga que foste, por quem eu sei
Enquanto estiveste nada se perdia
Foste-te embora morreu-me cada dia.

Mas na hora de voltares, eu repliquei
Não preciso de quem foi, mesmo de quem amei.

Senti-me pendurado, uma vez mais assim
Deixado num lugar qualquer, num fim
E sabendo o que me estava adiantado
Não olhei para trás em qualquer lado.

Irritei-me sozinho sem quem me irritar
Não havia ninguém quando me ia zangar
A tua voz não chegava, não vinha
O teu corpo era uma memória minha.

Estas linhas seriam apenas dissabores
Se não trouxessem mais do que sinto
Deixo nelas, tantos amores,
Como as dores que tenho e minto.

Mas na hora de voltares, eu repliquei
Não preciso de quem foi, mesmo de quem amei...

2 comentários:

  1. Oh, obrigada. Mas um bom trabalho fazes tu, já sabes que gosto dos teus poemas e este então o:
    Beijo (:

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada pelo comentário e pelas dicas que deixaste no meu blog. Estou sempre disposta a aprender mais, adoro aprender.
    Eu sei que ainda me falta amadurecer a minha escrita e também ainda me falta adquirir mais vocabulário. Penso que para o conseguir, preciso de ler mais livros de poesia, ainda li pouquíssimos... Por acaso, necessitava de algumas sugestões de livros...
    Quanto ao facto dos versos terem que ser mais curtos, mais compactos e mais profundos, eu não gosto muito de escrever segundo regras, aliás gosto até de "fugir" um bocadinho a elas. Gosto de ser eu a criar as minhas próprias regras, não sei se me entendes. Mesmo assim agradeço muito os conselhos e hei-de tentar dar-lhes uso.

    Beijo, Bluemoon ou Sandy

    ResponderEliminar

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!