domingo, 27 de fevereiro de 2011

Ser eu






 Ser eu. Às vezes pergunto-me quem sou. De quando em quando acordo e duvido se o mundo existe e é real.

 A vida faz-nos passar por montes de caminhos... ainda corri pouquíssimos. Do prazer e do sofrimento, da angústia e da alegria... certamente não quero percorrer todos, mas quero viver!

 Nem sei bem porque escrevo (poesia). Sei que escrevo. Que já me abstive, já vi no meu escrever uma monstruasidade de que não queria tomar parte nem consciência. Mas sem conseguir largar, sempre tentando ser o mais... "eu" possível. Ser eu basicamente significa ser contrastes. Frio, lamechas, atento, desprezar... preocupado e, por vezes, um silencioso assassino, cruel, oportunista.

 Viver a vida, é isto, é ser isto? Não sei - mas o caminho faz-se para a frente, não é verdade?

 Os amores fizeram-me - a minha poesia é o meu amor, é a namorada quando não tenho, são os lábios que roçam nos meus, a mão que aperta a minha, os cabelos com que eu brinco, os olhos em que me afundo, a pele onde me envolvo com aquele cheiro que não me deixa... são a minha vida.

 Não gosto de encubrir a minha vida - geralmente falando - gosto de dizer "amo aquela" ou "namoro com a rapariga mais bonita que já conheci" - perdão para quem não gostou de mim assim, mas sentiria-me trair mais se não fosse honesto - e era honesto a amar.

 A rapariga mais bonita que já vi... não tenho a certeza quem seja. Se aquela por quem eu me perdi de amores, erradamente ou não, pouco me interessa, a mim só me ficaram aquelas recordações de pura felicidade - se da amiga pela qual me apaixonei tanto, de uma forma tão envolvente, que apesar de tanta merda que já tenha acontecido... realçando bastante a parte em que EU fiz merda - quero-a tanto.

Quero-a tanto, simplesmente. Quero abraçar a minha amiga de sempre... e se possível voltar a ser capaz de dizer que a amo com toda a naturalidade de antes.

Palavras pouco fazem.

Passemos às acções.

(E tu, ainda és capaz de me amar, rapariga?)

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!