segunda-feira, 7 de março de 2011

Em conversa- Alegria

Alegria, em quantas palavras se sente?
Quantas melodias poderia fabricar
- Oh, se agora, de repente
Soubesse de peito música criar!

Criaria - não sei que melodia
Difundiria - nem sei que pensar!
O meu gesto, simples, cairia
Na alegria que sinto em alegrar.

Poderia nem saber dizer
O que sinto, que se prende a mim.
Por tanto e tão pouco finjo fazer

Um remate certeiro para um fim:
O objectivo pode não ser alcançado
Mas de múltiplas palavras fica o sentido carregado.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!