segunda-feira, 4 de abril de 2011

Em resposta - Antonio Zau

Quão simples as palavras
Mas que complicado o mudar:
As vidas de tão acostumadas
Não reparam no que estão a matar.

Gente que pobre cai ou vacila
Morte na rua morre na via...

E de nós todos tão bem que partiria
Abrir os olhos e abraçar o dia.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!