terça-feira, 12 de abril de 2011

Reflexão

Fotografia por: Ana MFH, visitem o seu blogue: http://thepiano-notme.blogspot.com

  Vejo que o espelho me mente.
Ainda assim lhe dou o meu carinho.

A minha vida pendura-se descontente
Ainda assim sigo o meu caminho.

Tinha das mais diversas razões
Para não acreditar naquilo em que reflicto

Desde obuses, armas e aviões
  Tiros de sangue para o infinito.

  A minha camisa é manchada
Salpicos de fel cobrem o meu rosto

Mas mesmo assim, como nada
Continuo a vida, bem-disposto.

De ver o mal no mundo estou farto
Pois que tanto já tive que ver...

Mas de ajudar, quando não reparo
Reparo sim: fico a sofrer...

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!