sexta-feira, 1 de abril de 2011

Riam-se verdadeiramente

Tenho uma dupla raiz de pensamento
Tanto o bom como o que não quero!
Um é fonte total de descontentamento
O outro de tristeza onde exagero!

Sou três em duas de uma pessoa
E só eu sei o quanto a mim me dói.
Pois que mesmo a que outra doa
A sua dor a mim não me mói.

E então apenas da minha dor que sinto
Sei que existe e não consigo sarar
Por vezes até apenas saber que existo
Me faz querer parar de pensar.

E tu quanta dor pensas também sentir
Ou aquilo que sofres é pura miragem?

É que eu por muito que doa quero sempre rir,
E rir como objecto não como imagem.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!