quinta-feira, 7 de abril de 2011

Tentas esquecer.

Tu podes olhar acima e procurar abaixo
Podes até tapar os olhos e não querer ver.
Mas não te preocupes, eu sempre te acho
Pois tu nunca me hás de esquecer.

Podes queimar fotografias
E retirar datas de aniversário
Mas as memórias minhas
Ficam guardadas no teu armário

Na tua memória inconsistente
Nos momentos mais alheios
Eu farei parte do teu presente...
E tu terás presentes feios.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!