terça-feira, 17 de maio de 2011

Apeou-se de si

Apeou-se de si mesmo
Esperançado de se montar
Num outro ser...

Descortinada pela sua ausência
A sua chamada "existência"
Acabou por se perder.

Apeou-se de si mesmo
Logo não soube tornar.

Apeou-se
De si
Mesmo.

Perdeu-se por vontade própria
A dar à sua dor um prefixo
E de si perdeu a memória.

Apeou-se de si mesmo
Encontra agora novo assento
Retorna a si, depois de ausente...

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!