quarta-feira, 25 de maio de 2011

Canção da Presença


Imagina comigo o mundo crescendo do chão
E na plenitude de viver não existir razão
Busca comigo, parte do sonho da vida
(A parte não preenchida)

O outro lado da lua é perdido p'ra sempre
Pois que não o hás nunca de ver...
O outro lado que tu tens, mostra-se tão descontente
Mas aparece tão somente no teu rosto...

Imagina comigo que isto é uma canção...
Não há forma de olhar para trás
Mas por certo sentes que bate no teu peito um coração
E de resto o teu punho sabe do que é capaz...

Eu sei, tão bem, quanto tu, da dificuldade
Que é estar por aqui. Mil caminhos, mil escolhas,
E o pior é a escolha inevitável da saudade...
Mas viver é assim: o vento traz, o mar leva...

E se agora tentas tapar-te, não olhas
Tem cuidado: hás de cair...
Se a tua alma já desespera
Não aguentarás o que está p'ra vir...

(Por isso, agarra a minha mão
Imagina o mundo comigo
E se cantares esta canção
Sabes que estarei sempre contigo...)

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!