quarta-feira, 4 de maio de 2011

O teu cheiro o meu cheiro o nosso cheiro


O teu cheiro o meu cheiro o nosso cheiro
E o cheiro que eu sinto quando sou teu
O cheiro que exalo - e o que quero!

Os teus lábios os meus lábios a nossa língua
O nosso correr os dentes fechando a míngua
O suor absorvido e o calor decadente as roupas saindo

O teu pescoço puxando à minha boca
E a minha boca ferrando-se no teu pescoço
- Oh! E tu, gritas, louca!

O meu passear as minhas mãos o teu corpo
O meu acariciar o teu mostrar o nosso sopro
A vida que criamos num olhar numa passagem num momento

Mais um prazer mais um beijo mais uma reza
Mais um deus que no fervor do amor nos despreza
E eu sinto-me beijando-te como sendo luz por dentro!

Tão loucos tão louca tão louco tão sós e unos
Tão unos e tão sós tão juntos e tantos
- Ah! E o dizer e o falar e o gemer e paramos!

Olhamo-nos agora: olhos nos olhos.
Os teus lábios fizeram-se meus
Os meus lábios trocaram com os teus...

E agora, nós somos...

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!