quarta-feira, 11 de maio de 2011

Poesia amorosa e imagética

Quando eu amo.
Quando eu te amo.

No momento em que ainda te amo.

Enquanto ando,
Piso-a,
Piso a terra,
E piso-me a mim.

Em cada inspiração,
Não inspiro ar,
Mas emoção,
A nossa emoção.

E a cada beijo,
Pedido,

A cada aceno,
Perdido,

O vento parece levar-me contigo,
Na minha forma de te amar,
Na forma de me perder sozinho
Sabendo que não te sei encontrar.

Enquanto te amo.

Pois que te amo.

Enquanto contigo ando.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!