sexta-feira, 27 de maio de 2011

Repugnante

Sociedade degradada em futilidades.
Coisas parvas, coisa detestável
Para mim até, coisa que não deveria de existir,
Não são pessoas, e se são gente, deixem-me rir.

Batem e dão porrada, esfolam e matam,
Não têm nada - mas nada mesmo! - Na cabeça.
Eu cá só espero que toda essa coisa adoeça
(E desapareça.)

Estou farto de ao ligar a televisão
Ver acções mal pensadas, da juventude delinquente.
Ser fixe - será enfiar o porradão?
Eu não acho - e não o acha o resto da gente.

(Sim, a gente, não as coisas...)

1 comentário:

  1. Sem dúvida, o que agora se ouve e vê mais são cenas de violência entre jovens :s
    A verdade é que elas já existem há muito tempo, mas não lhes foi dada a devida importância e talvez por isso, agora sejam em maior número e mais complexas.

    ResponderEliminar

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!