sábado, 7 de maio de 2011

Sem título 9


Não olho para ela
Ela olha p'ra mim
E eu sou cativado a olhar...
Eu não pensava dar.

Mas afundei na tristeza
E a alegria não recuperou.
E não olhei, tenho a certeza
Que foi ela que me motivou.

Não, não procurei
Nem pensei amar
E no momento que me dei
Foi tudo por ela se dar

Percorri na verdade
Três palmos de mim
E fui filho da vontade
Que vinha de ti.

Se eu morri agora
Foi a fazer-te viver...
Pois hoje, retoma
A mim esse prazer...

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!