segunda-feira, 6 de junho de 2011

Beijo sensual

O teu beijo traz o orvalho
De cada manhã, e em cada nevoeiro
Te vejo de novo tocando-me os lábios
E procurando cinzelar-me a alma

Com o teu conto do vigário
Que tanto me arrepia e faz prisioneiro
De cada parte de ti, sumo aos teus hábitos
Parte-se de mim a calma

E nem em devaneio nem em pranto
Fico, passeio apenas o teu corpo
E entre isto e entre tanto
Faço meu o teu rosto.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!