segunda-feira, 27 de junho de 2011

Dedos

Os dedos das virgens
Feitos dedos de puta vagueiam
Conhecendo o jogo total do que fazem
E arrastam-me com eles,
Até ao limiar do exaustivo
Prazer, que se mergulha no petróleo
Incandescente da noite

Como a fuligem que se forma numa oxidação de desejos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!