sábado, 18 de junho de 2011

Sonho o teu rosto

(Imagem retirada de : http://vitrine2009.blogspot.com/2009/12/quem-sou-eu.html )

Toquei o teu rosto
Caiado de branco
Como as paredes
Deste quarto
Em que te penso...

E novamente volto
A ir aí, a adormecer
A sonhar a tua brancura
E as paredes do teu rosto...

Sabendo a minha vida tua
Quando tu não me dás nenhuma.

1 comentário:

  1. Lindo, inspirador! Faz tempo que não escrevo poemas, mas quando leio algo assim a poesia contagia. Parabens!

    ResponderEliminar

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!