domingo, 17 de julho de 2011

Já não quero escrever mais

Já não quero escrever mais
Porque sempre que estico os braços
Para fazer aparecer ramos de cardos
Quebram-se-me os dedos

No papel da noite.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!