segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Batimentos

Cada relógio conta o passar de uma hora
Uma
Uma
Uma
Hora,

Cada batida reflecte um segundo
Um
Um
Um
Segundo,

Cada aperto no peito pede proveito,
Pede
Pede
Pede
Proveito,

Cada inspiração pede ordem de despejo,
Pede
Pede
Pede
Ordem,

Sempre que sonho contigo não me vejo,
Me
Me
Me
Vejo,


Em cada abrir de boca perco um beijo
Perco
Perco
Perco
Um,

A cada palavra falhada te vejo distante
Te
Te
Te
Vejo,

Sabes, a cada momento, a cada agora
Sinto uma espécie de loucura, paranóia,
E há quem diga ser um génio a fluir,
Mas custa tanto a essa ideia sorrir.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!