quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Oeuf

São todos uns toscos
Mas querem fazer-se de bons.

Aquele e aquele e aquele
Criticam uma crítica podre
Que em nada ajuda a crescer,
Destroem aquilo que se pode,
E o que não pode tentam mexer.

Meia dúzia de sorriso emprestado
Passa outra caixa de ovos sisuda,
Vendo tanto ovo alegrado
Partem-lhes a casca dura.

Meio milhão de contentes
Meio milhão de infelizes
Uns alegres e toscos
Outros toscos e tristes.

Tudo à confusão no mesmo plano,
Ninguém quer a face alheia pintada.
Se choram apenas partilham pranto,
Se sorriem não partilham nada!

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!