sábado, 17 de março de 2012

A ver navios

Oh
    oh
        olá
O tempo já não volta atrás
E eu fiquei parado
A ver os navios passar

Não
    não
        não
me digas
     adeus
          agora
Fica mais, demora
Pinta agora a tua ausência
Para que eu possa ter paciência
     Para esperar por ti

És o amor que sempre vi
És a demora mais constante
    E eu aguardo, ansioso
          Que passes num navio,

Porque me sinto tão cheio,
          Porque me sinto tão vazio.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!