quinta-feira, 5 de abril de 2012

Surrender


Um dia vou olhar
Para ti e murmurar-te
Daquela forma que tu nunca ouves
Que te amo mais
Do que tu me pensas amar
Quando me chamas o que me chamas.

E tenho quase a certeza
Pura de que vou ter de
Desistir de te ter
Para te ter
Ao lado mais longínquo
Da minha saudade

E tu tão perto
Para que as minhas mãos te falhem
Os ombros e os dedos
Não ficam entrelaçados
Em forma de namorados
E tu ao meu lado
No lado mais longe
Da minha saudade.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!