terça-feira, 29 de maio de 2012

And it's all alright


Ali, onde parece que o tempo ficou parado
Até a coisa mínima em significado
Elevada àquele quadrado de tamanho
Causa uma brutal impressão.

Quanto mais quando com braços abraços
Correndo galerias por aí
Procurando um início no fim…

Quando te amei pela última vez?
Quando é que os meus olhos se invadiram de sombras
E este coração de fuligem?

Porquê agora tanta cor?

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!