quarta-feira, 16 de maio de 2012

A simplicidade de ser




A simplicidade de ser
Como as flores
Que são tantas
Todas as primaveras.

A simplicidade de ser
Como o carinho
Que pede perdão
Por toda a sua crueza.

A simplicidade de ser,
Deixa que tente
Deixa que invente

Fica e pensemos
Fiquemos, amemos
A simplicidade de ser.

1 comentário:

  1. Se o amor é estranho? sim é, e muito... talvez ainda não tenha apreendido correctamente a lidar com este sentimento tão novo para mim. Bife nas costas!?! Ricardo tu dizes com cada coisa :O ahahah e sim também te amo <3

    ResponderEliminar

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!