sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Why so sad? - They asked - Well sir it's a beautiful day to spend with someone

vou-te escrever estes versos
que nunca haverão de ter leitura a acompanhar
que sempre serão silêncio na tempestade
da tua mente. enquanto vibrar dentro
de alguém, de mim, ouve-se em nada.

há demasiado para deixar e
isso só me deixa aterrado. o poço
o poço é fundo e eu tenho pouca
corda onde me agarrar. e a vontade
morre comigo.

o amor falhado é completamente
falta de novidade. pouco importa
mas tanto fere e magoa
que às vezes tudo parece mal
por uma coisa apenas.

infelizmente que não consiga
suportar. ter de encarar a
realidade corta-me os pulsos
num corpo onde o sangue
já se esvaiu.

o que faço eu agora, o que ganho
por voltar? além da dor
que parece às vezes crónica
um completo desconforto
da presença.


houve outro tempo em que
soube talvez gostar mais afastado
e o problema é crescer.
não ser frontal ou directo
tem muito que se dizer...

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!