domingo, 26 de maio de 2013

O Senhor Silva Na Insónia Da Noite

Hoje o Senhor Silva fuma as nuvens
Com o cachimbo pensativo
De poemas anteriores
Pois tal como já referido
A noite para o Senhor Silva
É uma enorme insónia.

Senhor Silva degenerado
Não sabe se se salva ou como se salvar
Por isso pensa com o cachimbo.
O cachimbo que tem na flexão dos dedos
E o fumo que dele se escapa
E o tabaco que lhe dá.

Senhor Silva degenerado
O seu cachimbo muita ensina,
Você pouco aprende.
Com esse cachimbo que pensa
Por si que pensa tristeza
Aprenda as nuvens que fuma.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!