sábado, 31 de agosto de 2013

asasdadawwad

é um pesadelo
todas as palavras que deposito
na penumbra da resposta
sempre podendo ser a mesma
sempre eu querendo tanto
e talvez espere de mais
que faço eu mais do que não fazer nada
enquanto penso em tudo
o que não consigo fazer
e penso parado
que puta de aberração

domingo, 18 de agosto de 2013

Seeker



Wake up
Longing
The silent
Depth
No words
Like ever
The meaning
In your
Eyes
I can’t see
Anymore
Now that
It is
Too dark
So
Bear with me
As I stumble
Across
Whatever
Solution I
Might find
And whatever
Path
I might take
I seek nothing
I seek nowhere
I seek no straight path
While
I walk
All the way
Through
The night
Debris
And this
Darkness
What if
It’s just
A cloud
A deep
Deep
Too deep
Cloud
In my
Own
Heart

Darkness

Apenas mais egoísmo
O Ser que é
Com caras muitas
E ser tudo.
No limite humano
Não ser capaz
De ser mais
Do que um.

Os teus olhos
Projectam-me mentiras na alma
Tal qual a ideia
De te ter olhado nos olhos.

Nada aqui é tão bom assim.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

corre

não seres nada torna a tua imagem capaz de tudo não há certezas que te acompanhem o fundo do teu sorriso até falso pode ser e mais não se pode descobrir do que o que se mostra e o que se mostra o que é