segunda-feira, 4 de novembro de 2013

aaaaaaaaaaaaa

Tudo isto com um significado muito próprio:
No prazer infinito de mergulhar as mãos em sacos de feijão
Encontro-te e a memória do que já foi.

Não me recordo, no entanto e estranhamente
Do porquê destas lembranças que teimam em por vezes
Vir ao de cima tomar ar.

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é muito importante para mim! Obrigado!